22
Jul
11

greve na rede federal de ensino começa dia 01 de agosto

FONTE: ANDES

Data: 20/07/2011

Servidores(as) da rede federal de ensino em greve a partir de 1º de agosto

Por Monalisa Resende, jornalista do Sinasefe/DN

O Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), fechou neste sábado (16 de julho) os últimos preparativos para a deflagração da greve em suas bases a partir de 1º de agosto. Nas votações, não houve delegados/as contrários à deflagração do movimento grevista dos trabalhadores e trabalhadoras da educação que atuam nas instituições da rede federal de ensino (Institutos Federais de Educação, Cefet’s, Colégio Pedro II, e outros).

A plenária contou com a participação de 40 seções e/ou sindicatos, 54 delegados/as e 31 observadores/as, também estiveram presentes representantes da Federação de Sindicatos de Trabalhadores em Educação das Universidades Brasileiras (Fasubra), Luiz Antônio, e da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), Neide Solimões. Com a pauta voltada apenas para a greve, os informes e a análise de conjuntura tiveram falas esclarecedoras sobre o tema. A Direção Nacional informou sobre as audiências realizadas com o governo (MEC e MPOG), onde não foram apresentadas respostas formais à pauta de reivindicações protocolada em 17 de maio de 2011. O debate principal, com objetivo de organizar os detalhes para a greve, teve boa participação de delegados/as e observadores/as, que apresentaram sugestões de atividades de greve que refletem as necessidades de cada base representada.

Confira os encaminhamentos da 101ª Plena do Sinasefe a respeito da greve:

Greve

1. Deflagrar a greve nas bases do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE) em 1º de agosto de 2011, com a realização de rodadas de Assembleias nas Bases para esta deflagração até o dia 10 de agosto de 2011. As bases que não conseguirem a deflagração até o dia 10 receberão todo apoio da Direção Nacional e do Comando Nacional de Greve para conseguirem fazê-lo mesmo depois desse período;

2. Realizar a 102ª Plena do Sinasefe dias 20 e 21 de agosto de 2011 para avaliar e dar continuidade à construção da greve.

3. Comando Nacional de Greve do Sinasefe:

O Comando Nacional de Greve do Sinasefe (CNG) será instalado dia 10 de agosto de 2011.

Sua composição se dará com um/a representante indicado/a por cada base em greve. A Direção Nacional vai custear as despesas de alimentação e hospedagem de todos/as. E no caso das seções com até 200 filiados/as irá custear também as despesas com o deslocamento para Brasília;

A 101ª Plena decidiu encaminhar sugestões de atividades para que o Comando Nacional de Greve venha debater e implementar (manifestações, panfletagens, estratégias de comunicação, etc);

Durante a greve é o Comando Nacional de Greve do Sinasefe quem tomará as decisões relativas à greve. A Direção Nacional permanece à frente da entidade nas questões administrativas, com a Coordenação Geral participando do Comando e das negociações da greve;

4. Pauta de reivindicações:

Incluir na pauta de reivindicações do Sinasefe o reajuste emergencial de 14,67% (inflação – IPCA – + variação do PIB); e a destinação de 10% do PIB para a Educação Pública;

5. Material de comunicação da greve:

- Boletim de construção da Greve;

- Cartilha da greve (tratando do direito à greve para servidores em estágio probatório e profissionais com contrato temporário);

- Carta Aberta à População e às Comunidades Escolares falando dos motivos da Greve e das nossas reivindicações;

- Ofício à Ministra do Planejamento e Ministro da Educação, bem como aos Reitores e Diretores Gerais de Campis, para atender às determinações do STF sobre o direito de greve e as necessidades essenciais de setores públicos;

- A DN irá elaborar e enviar todo o material até o final do mês de julho para que as Bases possam dar ampla divulgação;

- O Sinasefe irá usar a internet e as Redes Sociais para divulgação da greve.

About these ads

28 Responses to “greve na rede federal de ensino começa dia 01 de agosto”


  1. 1 jk
    23/07/2011 às 21:19

    Essa greve vai ser para todos os servidores federais de todo Brasil??

    • 2 sinasefepa
      25/07/2011 às 15:49

      Os servidores federais têm uma pauta de reivindicação comum: o aumento linear de 14,5% e contra os projetos de lei que retiram direitos dos servidores (congelamentos de salários por 10 anos, previdência complementar e outros). As entidades também estão discutindo com o governo pautas específicas. Até o momento, apesar das reuniões já ocorridas desde maio, o governo não apresentou nenhuma contrapropostas às reivindicações dos servidores. Este descaso do governo está gerando descontentamentos, que se expressam na greve do pessoal administrativo das universidades, desde 06 de junho. O Sinasefe aprovou a greve na rede federal a partir de 01 de agosto. O sindicato dos docentes universitários (Andes) fará uma rodada de assembleias na 1ª semana de agosto para discutir a mobilização e em pelo menos uma universidade federal os docentes estão em greve, no caso Tocantins. A nossa perspectiva é construir uma forte greve nacional capaz de derrotar as políticas de contenção salarial e evitar que nossos direitos sociais e trabalhistas sejam destruídos.

    • 29/07/2011 às 12:52

      se eh federal, já eh de todo brasil!

  2. 27/07/2011 às 15:00

    Isto é uma vergonha já que os alunos da rede federal nunca recebem apoio e estímulo dos órgãos governamentais, mesmo sendo estes estudantes considerados como “melhores” em rendimeto educacional. Todos os alunos das redes federais precisam enfrentar duras provas para terem direito a um estudo de qualidade, e todo o sacrifício que passamos nunca é levado em consideração, pois não temos direito a almoço, temos uma carga horária exaustiva e agora nao teremos aula! Por isso concordamos que o estudo e esforço não são levados em consideração neste país ! #QueroEducação

    • 5 sinasefepa
      27/07/2011 às 16:19

      Oi Hellen,

      Nós defendemos o direito à educação pública e de qualidade. E acreditamos que sem profissionais valorizados dificilmente chegaremos a um patamar de excelência. Em tempo: vc já perguntou por que não existe restaurante na sua instituição e por que o espaço da escola pública tem que ser sinônimo de sacríficios para estudantes, docentes e servidores administrativos?

  3. 27/07/2011 às 22:39

    Todos os Colégio concordaram com isso ? O Colégio Pedro II também ? Então, não haverá volta ás aulas tão cedo ?

    • 8 sinasefepa
      28/07/2011 às 13:22

      Oi,

      A greve é nacional, de toda a rede federal de ensino. O Colégio Pedro II fará assembleia no dia 10/08 para encaminhar a greve. Abraços.

  4. 9 Aluno
    28/07/2011 às 21:26

    Grande Palhaçada, sou aluno do 3ºAno de um IF Baiano e agora em pleno ano de vestibular vamos ficar prejudicados por essa ação que só beneficia o corpo docente; concordo com algumas(algumas) das reivindicações mais nao dava pra essa paralisação ter sido realizada no começo do ano letivo pra ver se prejudicava menos os discentes?

    • 10 professor
      20/08/2011 às 16:10

      Aluno, os conhecimentos cobrados no vestibular foram estudados por você (ou deveriam ter sido?) desde o ensino fundamental. Se você já está no 3º ano, então faltam menos de 5 meses para concluir toda a educação básica. Não se preocupe, pois estes 5 meses não farão muita falta, perto de toda sua vida escolar. Aliás, você já se perguntou porque precisa passar pelo vestibular para entrar em uma faculdade pública?

  5. 11 estudante
    01/08/2011 às 01:43

    e essa greve pode durar meses??

  6. 12 fred
    01/08/2011 às 03:55

    Eu estudo no Colégio Pedro II e a volta as aulas seria no dia 3 de agosto….então como ficará a volta as aulas??Pois ate agora eles nao falaram nada a respeito….

    • 13 Lele
      01/08/2011 às 21:53

      Sou estudante do CPII também e a volta as aulas está mantida para o dia 3 mesmo, porém dia 10 vai ter a assembléia.

  7. 14 Estudante
    01/08/2011 às 10:05

    Eu acho justo os servidores brigarem por suas causas, até porque o governo não quer saber, o principal problema é o atraso nos estudos que já não é lá essas coisas, fora a estrutura, ar condicionados instalados ha mais de ano e nunca utilizados e restaurante que nunca abre. Estudo no Instituto Federal de Educação do Tocantins.

  8. 15 juliana
    01/08/2011 às 22:07

    pelo que eu entendi, as aulas voltam dia 3 e param dia 10 para o Colégio Pedro II.

  9. 16 fred
    02/08/2011 às 00:26

    Liguei pro colegio hoje e falaram que haverá aula normal mas no dia 10 eles vão fazer essa assembleia pra ver se terá ou não greve…

  10. 17 Luiz Marques
    02/08/2011 às 15:53

    sou professor substituto do IFAM-SGC/AM. Minha pergunta: Professores substitutos podem aderir a greve e não ter problemas de cortes de salários, quebra de contrato etc, mesmo não sendo sindicalizado?

  11. 19 Ks
    02/08/2011 às 23:24

    Trata-se da Festa da democracia. Aqueles que denominam a greve como uma “palhaçada”, se coloquem no lugar dos professores que terão seus salários congelados por 10 anos.
    Os aumentos do salário mínimo desvalorizam os salarios… agora a pergunta: 5000 reais daqui a dez anos valerá o equivalente a quanto?
    Greve já!!!

  12. 20 Laura
    03/08/2011 às 15:50

    A luta dos professores É JUSTA!!! O PROFESSOR PRECISA E DEVE SER MUITO BEM PAGO !!! PORÉM NÃO ACREDITO NO PODER DA GREVE E SIM DA MÍDIA !!! VAMOS MOBILIZAR TODA A COMUNIDADE ESCOLAR NESSA LUTA MOSTRANDO PARA TODO O PAÍS O QUE ESTÁ ACONTECENDO POIS A SOCIEDADE TEM MUITO MAIS FORÇA DO QUE UMA SIMPLES GREVE QUE SÓ PREJUDICA OS ESTUDANTES E POR CONSEQUÊNCIA OS PROFESSORES TAMBÉM!!! NÃO A GREVE!!!
    NÃO A GREVE!!! NÃO A GREVE!!!

  13. 21 estudante
    08/08/2011 às 20:12

    Quanto tempo irá durar a greve?

    Como é resolvido isso?Os funcionários votam?Se a maioria dos votos for contra a greve não vai ter e se for a favor vai ter a greve?

  14. 09/08/2011 às 14:01

    Pois bem, eu acredito que os professores e técnico-administrativos tem razão em reclamar de o governo federal querer congelar o salário por dez anos e ainda retirar uma série de benefícios que unidos com os salários fazem com que os professores das instituições federais sejam ótimos professores (por terem um salário melhor, experiência – devido à competitividade do concurso público), fazendo com que os mesmos não trabalhem em tantos colégios quanto professores de outras instâncias da educação, algo que deveria ser em todo o país. E por isso os professores pretendem fazer greve, para não haver o sucateamento da educação federal deste país, mas essa greve só dará certo se for uma coisa unificada, aonde TODAS as instituições de ensino da rede federal participem para que o governo observe o caos que isso causará na sociedade e resolva fazer algo e atender as reinvindicações e consequentemente o fim da greve.
    Mas lembrem-se que a palavra de Deus diz: “Um reino dividido não subsiste”, então é necessário que haja a união de todos estes trabalhadores para que o resultado esperado, almejado seja alcançado.
    Procurem ferramentas que possam realmente cutucar o governo para ele fazer alguma coisa pela educação deste país, porque senão os nossos filhos estarão no Terceiro ano do ensino médio sem saber nem mesmo somar um mais um, então temos que brigar por esta qualidade sim.

    Deus os abençoe…

    Erick Nascimento
    Aluno do Colégio Pedro II

  15. 25 Aluna
    09/08/2011 às 21:23

    Olá,
    gostaria de saber até quando a greve irá durar, ou é por tempo indeterminado?

    Acredito que uma greve é crucial, desde que não prejudique os alunos.

  16. 26 bruno
    09/08/2011 às 22:27

    nao sou contra a greve! mas como vai ficar quando voltar as aulas? o que eles vao fazer para repor as aulas perdidas teremos que estudar veriados e finais de semana

  17. 27 Rafael
    17/08/2011 às 00:22

    Sou do IFG-Campus Formosa. Aqui a situação está muito precária para ser oferecido um curso superior de biologia. Não temos laboratórios, não temos serviço de limpeza no campus há um mês, não temos livros para atender o curso inteiro, a matriz curricular é horrível, e ainda, o curso já está no 4 semestre de pura teoria. Sou a favor de greves, pois um professor não deve passar uma vida estudando para ganhar dinheiro de pinga e não ter condições de desenvolver suas pesquisas. A corrupção toma conta de Brasília e a educação fica à míngua. Vergonha.

  18. 28 Pam
    03/09/2011 às 00:47

    Bom se é para a melhor educação no nosso país que é precária vamos estar juntos nessa luta ! Agora me respondam com toda a sinceridade possilel , ainda vamos ter que esperar mais tempo para o começo das aulas? E os gorvernantes estão relamente dispostos a receber você para negociações ? Será que eles não percebem que discentes, estão parados e que docentes precisam de melhor condição de trabalho , para um melhor exlanação do conteudo de sua aula ? É como diz Irmandade Brasmorra : ” Tudo isso oque eles querem é um povo facil de dominio ” . Assim como pode ser na rede federal , pode ser em qualquer outra , quremos um pais de 1º mundo então governantes procurem olhar para educação com outros olhos , olhos de melhoria para um futuro … E que essa greve não dure mais , por amor de Jah prestem atenção na EDUCAÇÃO .

    “Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros”. Che Guevara

    Força na luta !
    E o IF Baiano Campus Senhor do Bonfim , contribuindo para essa melhoria…


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s


AGENDA

JANEIRO/2014

04 - Reunião das Entidades do Serviço Público, em Brasília/DF

05 - Marcha de Abertura da Campanha Salarial 2014 dos SPFs, em Brasília/DF

06 - Seminário sobre Dívida Pública, em Brasília/DF

07 - Plenária do Fórum de Entidades do Serviço Público, em Brasília/DF

13 - Reunião da CNS, em Brasília/DF

21 - Prazo final para realização das assembleias para eleição de delegados do 28º CONSINASEFE e para discussão da greve

22 a 23 - 120ª PLENA do SINASEFE, em Brasília/DF

NOVO SITE DO SINASEFE-PA

Vídeos

Fotos

Julho 2011
D S T Q Q S S
« Jun   Ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Diretoria Executiva – Biênio 2013/2015 – Gestão Ação e Luta

Coordenação Geral
Antônio Vitorino de Morais
Acácio Tarciso Moreira de Melo
Carlos Alberto Nobre da Silva

Secretário Geral
Cledson Nahum Alves

Secretário Adjunto
Luiz Otávio Monteiro Barroso

Tesoureiro Geral
Waldemir Gonçalves Nascimento

Tesoureiro Adjunto
Bartolomeu José de Barroso Junior

Secretário de Formação Política e Sindical
José Maria Cardoso Sacramento

Secretario de Imprensa e Divulgação
Maria Grings Batista

Secretario de Assuntos Legislativos e Jurídicos
Valderino Assunção Souza

FALE CONOSCO

TWITTER

Estatísticas do Blog

  • 63,244 Visitantes

Acessos no dia de hoje

política

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: