15
Abr
11

Governo retoma negociações após manifestação dos servidores públicos

Fonte: CSP/Conlutas

Manifestação dos servidores públicos força o governo a retomar negociações

Servidores públicos de todo país demonstraram a força da categoria na Campanha Salarial ao reunir, segundo informações das entidades, cerca de 15 mil pessoas em marcha realizada nesta quarta-feira (13) em Brasília.

O dia de luta teve inicio já de manhã, quando aproximadamente mil pessoas organizadas pela CSP-Conlutas e CNESF (Coordenação Nacional das Entidades de Servidores Federais) tomaram o Plenário da Câmara dos Deputados e exigiram a rejeição do Projeto de Lei 1.992 que permite a aplicação do texto constitucional acabando com a aposentadoria integral para os novos funcionários da União.

Pressionados pelos servidores, os deputados retiraram o item da pauta de votação e, além disso, foi marcada uma audiência pública para debater a proposta com data ainda não definida.

Esta era apenas uma mostra da força da categoria em luta. A tarde, por volta das 15h, segundo informações das entidades presentes, cerca de 15 mil servidores tomaram as ruas de Brasília.

A marcha exigiu do governo Dilma a não aprovação de uma série de projetos que atacam direitos do funcionalismo, entre eles a previdência complementar, na qual o contribuinte sabe quanto paga, mas não sabe quanto receberá ao se aposentar, a demissão por insuficiência de desempenho, o congelamento salarial por 10 anos, o direito de greve no serviço público, dentre outros.

A marcha seguiu até o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, onde os servidores realizaram um ato enquanto aguardavam o começo da audiência com a ministra Miriam Belchior marcada para o mesmo dia.

A CSP-Conlutas marcou presença com faixas e bandeiras. Bonecos levados pelo Sindsef/SP, filiado à Central, chamaram a atenção durante a passeata.

“A grande vitória do movimento dos servidores públicos federais foi construir essa manifestação unitária que mostrou capacidade de lutar para arrancar as suas reivindicações. Nosso desafio, agora, é manter e fazer crescer ainda mais essa mobilização”, destacou a presidente do ANDES-SN, Marina Barbosa Pinto, da Executiva nacional da CSP-Conlutas.

Participaram da reunião representantes das 26 entidades que compõem o Fórum dos Servidores Públicos Federais. A interlocução foi feita por seis entidades, entre as quais a CSP-Conlutas . Os representantes dos servidores apresentaram a pauta de reivindicações e na ocasião foram bastante insistentes para a revogação da MP 520 que leva a privatização dos hospitais universitários. Além disso, apresentaram a necessidade do cumprimento de acordos salariais passados e de um processo de negociações concreto em torno de reposição salarial. Uma vez que a inflação foi de quase 7% no ano passado com perspectiva para ficar nesse mesmo patamar em 2011.

O membro da CSP-Conlutas, Paulo Barela, presente na reunião, informou que a ministra iniciou sua fala salientando que servidores públicos vivem hoje uma situação bem diferente de 2003 quando o presidente Lula assumiu, e que portanto as iniciativas do campo da administração publica, levarão em consideração essa realidade. Para Barela ao dizer isso, a ministra demonstrou que não que abrirá concessões. “Por isso, teremos que nos preparar para resistir aos ataques que já se apresentam contra os servidores e tentar avanças nas suas reivindicações”, salientou.

Barela enfatiza, no entanto que foi um avanço a reunião com a ministra. “Deve-se reconhecer que foi uma vitória do movimento o Ministério ter recebido as entidades. Por outro lado também é importante ressaltar que como resultado dessa reunião, foi marcada uma nova reunião com a Secretaria de Relação de Trabalho para tratar de assuntos do funcionalismo”, informou.

Essa reunião vai ser realizada com as 26 entidades do Fórum e o secretario Duvanier Paiva na próxima segunda feira (18) às 15h. Objetivo do encontro é estabelecer uma agenda para negociação das reivindicações do funcionalismo.

Segundo Marina, a reunião de segunda-feira será decisiva para que o governo coloque em prática seu compromisso de negociar com os servidores públicos federais. “É necessário que [o governo] enfrente a pauta e estabeleça uma agenda clara, com prazos definidos. E, para provocar isso, nós sabemos que teremos que estar nas ruas”, acrescentou.

Barela reforçou a necessidade de construir uma forte mobilização no dia 28 nos estados e construir um calendário que aponte para continuidade do processo até aqui desenvolvido.

Nesse momento os servidores estão reunidos em plenária em Brasília para definir os próximos encaminha da luta da categoria.

Anúncios

0 Responses to “Governo retoma negociações após manifestação dos servidores públicos”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


AGENDA

JANEIRO/2014

04 - Reunião das Entidades do Serviço Público, em Brasília/DF

05 - Marcha de Abertura da Campanha Salarial 2014 dos SPFs, em Brasília/DF

06 - Seminário sobre Dívida Pública, em Brasília/DF

07 - Plenária do Fórum de Entidades do Serviço Público, em Brasília/DF

13 - Reunião da CNS, em Brasília/DF

21 - Prazo final para realização das assembleias para eleição de delegados do 28º CONSINASEFE e para discussão da greve

22 a 23 - 120ª PLENA do SINASEFE, em Brasília/DF

NOVO SITE DO SINASEFE-PA

Vídeos

Fotos

Abril 2011
D S T Q Q S S
« Mar   Maio »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivos

Diretoria Executiva – Biênio 2013/2015 – Gestão Ação e Luta

Coordenação Geral
Antônio Vitorino de Morais
Acácio Tarciso Moreira de Melo
Carlos Alberto Nobre da Silva

Secretário Geral
Cledson Nahum Alves

Secretário Adjunto
Luiz Otávio Monteiro Barroso

Tesoureiro Geral
Waldemir Gonçalves Nascimento

Tesoureiro Adjunto
Bartolomeu José de Barroso Junior

Secretário de Formação Política e Sindical
José Maria Cardoso Sacramento

Secretario de Imprensa e Divulgação
Maria Grings Batista

Secretario de Assuntos Legislativos e Jurídicos
Valderino Assunção Souza

FALE CONOSCO

TWITTER

Erro: Twitter não está a responder. Por favor espere alguns minutos e recarregue esta página.

Estatísticas do Blog

  • 72,091 Visitantes

Acessos no dia de hoje

política

%d bloggers like this: