30
Mar
10

Sinasefe/Belém reúne com dirigente da SETEC

Na última sexta-feira 26, em Brasília, coordenadores gerais da Seção Belém/Castanhal participaram de reunião com Alexandre Martins Vidor, Coordenador Geral de Planejamento e Gestão da Rede de Educação Profissional do MEC, para tratar dos problemas nas eleições para diretor do campus Belém. Entre as irregularidades observadas no processo eleitoral destacaram-se a presença de pessoas estranhas ao IFPA nas seções eleitorais atuando como mesários ou presidentes de mesa, fusão de seções eleitorais, urnas com número maior de votos que o de eleitores. Esses problemas aconteceram nos polos da UAB (Universidade Aberta do Brasil), no interior dos estados do Pará e de Roraima. O Sindicato pleiteia junto ao MEC a anulação dos votos da UAB ou mesmo de todo processo eleitoral.

O Sindicato também protocolou oficio dirigido ao Sr. Eliezer Moreira Pacheco, Diretor da SETEC/MEC, anexando vários documentos relacionados aos problemas identificados na eleição para diretor geral do Campus Belém.

Anúncios

2 Responses to “Sinasefe/Belém reúne com dirigente da SETEC”


  1. 1 WALCELINO GARCIA DUARTE
    13/04/2010 às 11:29

    A situação vivenciada na eleição no IFPA, apesar de parecer facilmente questionável, é muito imprecisa e complexa a comprovação dos supostos equívocos citados. Para termos a percepção clara de fatos é preciso primeiro reconhecer como prática cultural a ética elaborada que norteou todo o processo. Ética nesse caso é o decreto ,Nº 6.986, DE 20 DE OUTUBRO DE 2009, que foi o modelo balizador do processo que fora instalado.
    Apesar de chamar equivocadamente a norma(decreto)de ética, isso já configura mais um questionamento: como um decreto de outubro de 2009 é referência que norteiou as eleições nos Institutos Federais? Onde estava a comunidade afetada pelo decreto na elaboração do mesmo? Seria o decreto a melhor escolha democrática para legitimar a eleição?
    Pelo exposto, acredito que a democracia do decreto não contempla a participação da comunidade dos Institutos nas suas práticas culturais e democráticas, nesse aspecto é preciso maior empenho dos legisladores na elaboração de uma Lei onde o decreto fosse considerado um ato arbitrário e antidemocrático pois inviabiliza a participação popular das comunidades afetadas por eles(decretos).
    O que aconteceria se ficasse comprovado que as eleições realizadas nos institutos de alguma forma transgrediu o famigerado decreto? Séra que a contragosto usaríamos o decreto(remédio) para corrigir o processo de consulta fazendo nula as homologações já realizadas de resultados das eleições? Nesse aspecto vem novamente a palavra ética: seria ético assistir o contragosto do remédio mal administrado ser o delapidador de ações já realizadas? Ai vem a ética novamente, qual a nossa cartilha de padrões culturais aceitos como de valor.
    O valor parece ter muitos significados e depende muito do ser humano. Para alguns o decreto é a ética(remédio), para outro o decreto é o veneno.
    Nas eleições vejo o decreto como ora veneno, ora remédio e ora remédio, ora veneno. E você? É evidente que está em suas mãos a suprema e última decisão.

    GAS- GESTÃO AMIGA DO SERVIDOR
    WALCELINO GARCIA DUARTE

  2. 2 gilson oliveira de souza
    30/08/2011 às 07:49

    Companheiros
    Devemos continuar firmes na luta.
    GILson


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


AGENDA

JANEIRO/2014

04 - Reunião das Entidades do Serviço Público, em Brasília/DF

05 - Marcha de Abertura da Campanha Salarial 2014 dos SPFs, em Brasília/DF

06 - Seminário sobre Dívida Pública, em Brasília/DF

07 - Plenária do Fórum de Entidades do Serviço Público, em Brasília/DF

13 - Reunião da CNS, em Brasília/DF

21 - Prazo final para realização das assembleias para eleição de delegados do 28º CONSINASEFE e para discussão da greve

22 a 23 - 120ª PLENA do SINASEFE, em Brasília/DF

NOVO SITE DO SINASEFE-PA

Vídeos

Fotos

Março 2010
D S T Q Q S S
« Fev   Abr »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Diretoria Executiva – Biênio 2013/2015 – Gestão Ação e Luta

Coordenação Geral
Antônio Vitorino de Morais
Acácio Tarciso Moreira de Melo
Carlos Alberto Nobre da Silva

Secretário Geral
Cledson Nahum Alves

Secretário Adjunto
Luiz Otávio Monteiro Barroso

Tesoureiro Geral
Waldemir Gonçalves Nascimento

Tesoureiro Adjunto
Bartolomeu José de Barroso Junior

Secretário de Formação Política e Sindical
José Maria Cardoso Sacramento

Secretario de Imprensa e Divulgação
Maria Grings Batista

Secretario de Assuntos Legislativos e Jurídicos
Valderino Assunção Souza

FALE CONOSCO

TWITTER

Estatísticas do Blog

  • 71,784 Visitantes

Acessos no dia de hoje

política

%d bloggers like this: